Mulher cai de moto de aplicativo e acaba atropelada por caminhão na BR-153

Mulher de 32 anos não resistiu aos ferimentos e morreu no local após atropelamento.

PUBLICIDADE

Uma mulher perdeu a vida de forma trágica em um acidente que está repercutindo no estado de Goiás. A psicóloga Laura Alvarenga, de 32 anos, encontrou um destino trágico após um acidente na BR-153, em Goiânia.

PUBLICIDADE

A profissional de psicologia viajava em uma moto por aplicativo que era pilotada por um jovem de 24 anos. Em determinado momento do trajeto, em plena rodovia federal, o condutor precisou frear bruscamente devido a um carro que parou inesperadamente na rodovia. Foi neste momento que o pior aconteceu.

Queda de moto e atropelamento

Laura e o condutor da moto caíram no momento da frenagem brusca. Infelizmente, um caminhão que transitava pela rodovia atropelou Laura após a queda, resultando em sua morte imediata. O motorista do caminhão, responsável pelo atropelamento, fugiu do local sem prestar socorro.

As informações foram passadas pela Polícia Rodoviária Federal. Alguns agentes da PRF estiveram no local do acidente ocorrido na quarta-feira (6). O condutor da moto não morreu. Ele trabalhava para a plataforma Uber, que disponibiliza o serviço de transporte de passageiro por moto em algumas cidades;

Despedida de Laura

Familiares e amigos de Laura ficaram muito abalados com a morte precoce da psicóloga. Nas redes sociais, uma amiga expressou todo o sofrimento neste momento de dor imensurável. “Sua missão foi cumprida. Vai deixar memórias incríveis aqui para a gente. Sem palavras”, lamentou uma amiga, refletindo a tristeza e a incredulidade diante da partida prematura de Laura Alvarenga.

PUBLICIDADE