Vítima do ciclone extratropical, jovem de 24 anos perde a vida no interior de São Paulo

Carro da autoescola ficou totalmente destruído após queda de árvore de 29 metros de altura.

PUBLICIDADE

Os fortes ventos que atingiram todo o estado de São Paulo nesta quinta-feira (13) foram causados pelo ciclone extratropical que se deslocou pela região sul do Brasil. Ao menos duas mortes foram confirmadas no estado em decorrência dos fortes ventos.

PUBLICIDADE

Cidades do litoral norte, do Vale do Paraíba e a capital paulista registraram quedas de árvores em decorrências da ventania que durou praticamente durante todo o dia e só ficou mais amena a partir do final da tarde.

Estudante de Medicina morreu em São José dos Campos

Camila Araújo, de 24 anos, era estudante de Medicina e estava no carro da autoescola que foi atingido por uma árvore de 29 metros de altura. Os fortes ventos causados pelo ciclone extratropical derrubaram muitas árvores em todo o estado de São Paulo.

Camila foi socorrida, encaminhada a um hospital da cidade de São José dos Campos, mas não resistiu. A família, enlutada, confirmou o óbito da jovem de 24 anos. A Defesa Civil confirmou que a árvore caiu em decorrência das rajadas de vento. 

Jovem fazia aulas de direção

Camila estudava medicina e fazia aulas de direção. Nesta quinta-feira, o carro onde ela estava foi atingido pela árvore de quase 30 metros de altura. O teto do veículo ficou destruído com o impacto da árvore. Atingida na cabeça, Camila não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital Municipal de São José. Além de Camila, uma idosa de 80 anos morreu em decorrência de um choque elétrico na cidade de Itanhém, litoral sul do estado. O cabo de tensão foi atingido por árvore e a idosa faleceu ao levar um choque.

PUBLICIDADE