Menino de 3 anos perde a vida ao engolir bolinha de gude; caso serve de alerta aos pais

O caso aconteceu no Guarujá, região litorânea do estado de São Paulo, enquanto ele brincava em casa.

PUBLICIDADE

As pessoas que têm criança pequena em casa sabem o quanto é necessário estar atento aos pequenos. Afinal de contas, todo cuidado é pouco com essa galerinha. Qualquer descuido pode terminar em algum acidente grave ou mesmo em uma situação fatal. Infelizmente, os acidentes domésticos tiram a vida de muitas crianças todos os anos.

PUBLICIDADE

Foi justamente isso que aconteceu com um garotinho de apenas três anos. A criança morreu após ter engolido uma bolinha de gude. O fato ocorreu no Guarujá, região litorânea de São Paulo. De acordo com a informação do portal de notícias G1 nesta última terça-feira, 27 de setembro, a criança ficou hospitalizada por 12 dias.

No entanto, por causa da gravidade do caso ele não resistiu e faleceu. Chegou a ser registrado um boletim de ocorrência na Delegacia Sede de Guarujá. Conforme informações da polícia, a mãe do menino contou que ele sofreu um acidente doméstico ao engolir a bolinha de gude. Ele brincava na residência da família quando tudo aconteceu.

A casa da família fica na Rua Quintino Bertoldi, no bairro Vila Maia. A criança foi socorrida pelo SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e levada para atendimento no Hospital Santo Amaro, local onde permaneceu internado. Por causa das complicações provocadas pelo acidente doméstico, ele acabou não sobrevivendo.

A polícia informou que foi aberto um inquérito para averiguar o caso. Os familiares do garoto que estavam presente quando ocorreu o acidente vão ser convocadas para oitiva. Os investigadores esperam o laudo pericial que vai ser expedido pelo IML – Instituto Médico Legal. O registro foi feito como morte acidental suspeita e a investigação seguem na Delegacia da cidade.

PUBLICIDADE

O caso serve de alerta aos pais para evitar que acidentes desse tipo aconteçam novamente. Crianças pequenas são curiosas e tem o hábito de colocar tudo na boca. Por isso, é importante não deixar que eles brinquem ou manuseiem objetos que sejam pequenos. Vale frisar que quando estiveram brincando é necessário a supervisão de um adulto.