Novo vírus descoberto na China pertence à família com vírus de potencial pandêmico

O novo vírus, nomeado como Langya, pertence à família Henipavirus, a mesma do vírus Nipah, considerado com potencial pandêmico pela OMS.

PUBLICIDADE

Um alerta sobre a identificação de um novo vírus na China foi publicado por cientistas na revista científica The New England Journal of Medicine e confirmadas pelo Centro de Controle de Doenças de Taiwan. Chamado de Langya henitavirus (LayV), o patógeno já infectou ao menos 35 pessoas. A infecção, acredita-se, estaria relacionada com pessoas que mantêm contato frequente com animais.

PUBLICIDADE

Um fato importante é que esta é a primeira vez que esse tipo de vírus foi identificado em seres humanos. O novo vírus pertence à família Henipavirus, que possui duas espécies identificadas, Hendra e Nipah, que podem causar quadros graves e ainda não possuem tratamento. Segundo informações, os vírus desta família possuem taxa de letalidade entre 40% e 75%.

O primeiro vírus da família a ser descoberto foi o Nipah, no ano de 1999, na Malásia, e em Singapura. Na época, ele foi responsável pela morte de 100 pessoas em infecção de 300. A OMS (Organização Mundial da Saúde) considera o Nipah um dos vírus com potencial pandêmico.

Pacientes diagnosticados com Langya não apresentaram quadros graves

De acordo com informações de pesquisadores, nenhum dos pacientes diagnosticados com o novo vírus apresentou quadro grave de saúde. Eles teriam apenas apresentado alguns dos sintomas comuns em casos de gripe, como fadiga, febre, náuseas, tosse e perda de apetite.

O que mais chamou a atenção dos profissionais de saúde nos casos foi o fato dos pacientes estarem febris, sendo assim, foi iniciado uma investigação para descobrir a causa dos sintomas relatados e, assim, foi identificado o vírus Langya.

PUBLICIDADE