in

Diretor da Caixa responsável pelas investigações de assédio é encontrado sem vida na sede do banco

Sérgio Faustino fazia parte de um setor interno que apurava as denúncias dos funcionários.

REPRODUÇÃO/ AGÊNCIA BRASIL/ METRÓPOLES

O diretor da Caixa, Sérgio Ricardo Faustino Batista, que era responsável pelos controles internos e pela integridade da instituição, foi encontrado sem vida na sede do banco, no centro de Brasília, na noite desta terça-feira (20).

Publicidade

O caso está sendo investigado por autoridades do estado. As investigações preliminares indicam que foi um suicídio. A Caixa Econômica diz que está colaborando para investigar a morte do colaborador.

O corpo foi encontrado do lado de fora do prédio por seguranças de plantão, que faziam ronda pelo local. A Polícia do Distrito Federal registrou a ocorrência. A Polícia Federal também foi notificada.

Publicidade

A tragédia chamou a atenção porque o diretor Sergio Faustino estava diretamente ligado na apuração de um recente escândalo envolvendo o banco. No início do mês, funcionários da instituição bancária acusaram Pedro Guimarães, que era o presidente da agência, de assédio sexual. Após as denúncias, Guimarães foi demitido.

Publicidade

O DECOI (Departamento de Controle Interno e Integridade), é o setor responsável por receber e acompanhar as denúncias e reclamações dos colaboradores pelos canais de comunicação internos do banco.

Publicidade

Após o escândalo, a Caixa admitiu a existência das denúncias de assédio registradas por meio de canais internos no mês de maio. Suspeita-se que a denúncia tenha sido discutida com a alta administração do banco antes de ser investigada.

O diretor, tinha 54 anos, e permaneceu no cargo mesmo após a troca de presidente da Caixa. Como colaborador profissional, integrou uma equipe de assessoria direta ao escritório Pedro Guimarães.

Publicidade