in

Mulher perde a vida depois de realizar endoscopia em clínica particular; polícia investiga

O caso aconteceu na última segunda-feira (18/07), em Belo Horizonte, Minas Gerais.

Coraçãoevida

Uma mulher de 49 anos perdeu a vida na última segunda-feira (18/07) depois de ser submetida a uma endoscopia. O caso aconteceu em uma clínica particular de Belo Horizonte e vem sendo investigado pela polícia para que as circunstâncias sejam devidamente apuradas.

Publicidade

Cleonice Ribeiro da Silva Soares passou pelo exame depois de começar a sentir fortes dores no estômago, de acordo com seus familiares. O laudo médico informou que a paciente passou a ter dificuldades para respirar após o início da endoscopia.

Diante da situação, os médicos chegaram a tentar estabilizar a paciente retirando a sedação. Contudo, a medicação dada a Cleonice não fez efeito. A mulher foi vítima de uma parada cardiorrespiratória e os profissionais do Serviço Móvel de Urgência fizeram os devidos procedimentos para reanimá-la.

Publicidade

Cleonice foi intubada, porém não conseguiu resistir. A mulher usava um cardiodesfibrilador, dispositivo utilizado por quem precisa manter os batimentos cardíacos regulares. De acordo com a clínica onde ela fez o exame, a paciente não informou acerca do equipamento.

Publicidade

A família de Cleonice se manifestou e questionou que a unidade de saúde não tivesse o conhecimento do uso do cardiodesfibrilador. Vale ressaltar que a recomendação para quem usa tal dispositivo é que a endoscopia deve ser realizada no ambiente hospitalar.

Publicidade

Na noite da última segunda-feira, o corpo da vítima recebeu a liberação do Instituto Médico Legal. O sepultamento de Cleonice deve acontecer na cidade de Montes Claros, em Minas Gerais.

Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.