in

Polícia Civil investiga se anestesista preso em flagrante fez outras vítimas; pena pode variar de 8 a 15 anos

Profissionais do Hospital da Mulher de São João do Meriti gravaram anestesista abusando de paciente.

Reprodução G1

O anestesista Giovanni Quintella Bezerra foi preso, em flagrante, depois de abusar de uma paciente que estava passando por um parto no Hospital da Mulher de São João do Meriti (RJ). Bezerra foi denunciado por enfermeiras e técnicas de enfermagem da unidade de saúde.

Publicidade

As profissionais agiram como verdadeiras heroínas. Desconfiadas do anestesista, ela conseguiram mudar a sala do terceiro parto, que seria realizado na madrugada desta segunda-feira (11). Os dois primeiros aconteceram em uma sala que não dava para fazer a gravação.

No terceiro parto, as enfermeiras e técnicas de enfermagem conseguiram fazer a alteração e gravaram o médico abusando da paciente. No vídeo, o homem abre o zíper, coloca o órgão genital para fora e o leva até a boca da paciente. Depois de 10 minutos, ele limpa a vítima com um lenço de papel.

Publicidade

O vídeo foi fundamental para a prisão em flagrante. As profissionais do hospital desconfiavam do anestesista, especialmente pela quantidade excessiva de sedativo que ele aplicava nas mulheres que passariam pelo parto cesárea no Hospital da Mulher. 

Publicidade

Polícia investiga anestesista

A Polícia Civil iniciou a investigação e tenta descobrir se Giovanni Quintella Bezerra fez outras vítimas. Apenas entre a noite de ontem e madrugada desta segunda, três partos foram realizados. Como as enfermeiras e técnicas de enfermagem já desconfiavam, pode haver crimes anteriores. O médico responsável pelo parto também será ouvido pela Polícia Civil. A pena de Bezerra pode variar de oito a 15 anos de detenção.

Publicidade

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!