in

Delegado chega com informação importante sobre madrasta que tirou a vida da enteada com veneno

Cintia Mariano está presa no Rio de Janeiro e pode pegar 20 anos de detenção.

Reprodução Globo

Cintia Mariano, de 49 anos, está presa suspeita de ter tirado a vida da enteada, Fernanda Cabral, de 22. Fernanda faleceu em março, depois de ter comido um sanduíche preparado pela madrasta. A jovem ficou internada por duas semanas, mas não resistiu.

Publicidade

Dois meses depois, em maio, Bruno Cabral, irmão de Fernanda, também passou mal após comer o almoço preparado por Cintia, foi internado, intubado, mas se recuperou. A mãe de Fernanda e de Bruno acredita que a madrasta tinha ciúmes deles com o pai. A Polícia Civil concluiu inquérito e indiciou Cintia pela morte de Fernanda e tentativa de assassinato de Bruno.

A morte de Fernanda, uma jovem cheia de vida, repercutiu bastante. Bruno conseguiu sobreviver e quer distância da madrasta. A mulher foi presa e o delegado Flávio Ferreira Rodrigues, da 33ª Delegacia de Polícia do Rio de Janeiro, falou sobre o caso em entrevista coletiva.

Publicidade

“Ambos crimes hediondos. Podendo, facilmente, superar esse patamar aí de 20 anos, as penas do dois crimes”, disse o delegado, falando sobre o tempo de condenação que Cintia pode ter. A Polícia Civil enviou o inquérito finalizado para o Ministério Público.

Publicidade

Caberá ao MP-RJ apresentar denúncia para a Justiça. Cintia está detida em prisão temporária e o delegado pediria a prisão preventiva à polícia. No caso da temporária, como o nome diz, há um prazo definido para que o suspeito fique detido. Na prisão preventiva, a situação muda e a prisão é por tempo indeterminado. Ambas os tipos de detenção são expedidos pelo juiz.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!