in

Greve de ônibus em SP: 15 empresas não estão funcionando nesta terça-feira (14)

Sindmotorista rejeitou proposta das empresas e iniciou greve na cidade de São Paulo.

Reprodução Globo

Motoristas e cobradores de ônibus da cidade de São Paulo entraram em greve nesta terça-feira (14). O SindMotoristas não aceitou proposta feita pelo sindicato patronal de aumento de 12,47% do salário a partir de outubro. Motoristas e cobradores querem aumento retroativo a partir de maio.

Publicidade

Os profissionais também pedem mais dois aumentos: da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e também do vale-refeição. A Justiça determinou que 80% dos ônibus deveriam circular normalmente no horário de pico, que vai entre 6h às 9h e 16h às 19h.

Apesar da determinação judicial, não era isso que estava acontecendo na cidade de São Paulo na manhã de hoje. Muitos passageiros tiveram que voltar para casa por não conseguir pegar o ônibus para ir até o trabalho.

Publicidade

O mapa das empresas que estão funcionando e das que paralisaram as atividades mostra que o funcionamento normal acontece entre as empresas que fazem o trajeto bairro-terminal. Exemplo: uma pessoa conseguia pegar o ônibus no seu bairro e ir até o Terminal Grajaú, na zona sul de São Paulo.

Publicidade

De lá, porém, não conseguia ônibus para fazer um trajeto maior, até o centro da cidade, por exemplo. A lista abaixo mostra as 15 empresas que não estão funcionando. Doze empresas funcionam normalmente.

Publicidade

A prefeitura de São Paulo liberou o rodízio e informou que acionaria a Justiça sobre o funcionamento dos ônibus dentro e fora do horário de pico. Os grevistas parecem não ter cumprido a determinação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Trens da CPTM e do Metrô estão funcionando normalmente. 

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!