in

Mulher expõe traição e acusa padre de se relacionar com seu marido: ‘celebrou nosso casamento’

Em um áudio que está circulando na web, padre afirma que teria tido relações com homem casado.

Foto: Reprodução/ UOL

Nesta sexta-feira (03), a Arquidiocese de Natal afastou o padre Júlio Cezar Souza Cavalcante após um áudio polêmico viralizar na web. Na gravação, é possível escutar uma possível confissão do religioso, em que ele afirma ter tido relações sexuais com um homem casado. Segundo o G1, o suposto relacionamento entre o padre e o rapaz teria acontecido há 10 anos, mas só se tornou público depois do vazamento do áudio.

Publicidade

No registro, a esposa afirma que as traições teriam acontecido dias antes de seu casamento, que foi celebrado por Júlio César. Durante a conversa, o padre teria confessado que se envolveu com o rapaz antes do matrimônio do casal. No áudio, que está circulando nas redes sociais, o sacerdote teria dito que foi um momento de fraqueza e que eles se confessaram após o ato.

Indignada, a mulher condenou o fato de César ter realizado o casamento dos dois, mesmo após a infidelidade. “E mesmo assim o senhor celebrou nosso casamento”, disse a esposa. Ao longo do diálogo, a mulher acusa o padre de se insinuar para seu marido. O religioso se defendeu e negou os fatos.

Publicidade

O sacerdote teria afirmado que se afastou do rapaz depois da celebração. “Não, depois de casado, não”, disse o padre. A mulher teria confrontado os dois, afirmando que um deles estava mentindo, pois as versões contadas por cada um eram contraditórias.

Publicidade

A gravação ainda revelou que o homem teria dormido na igreja com o sacerdote várias vezes. Com raiva, a mulher disparou: “Você, como um sacerdote, mantém relação sexual com um teoricamente fiel, sabendo que ele está noivo, prestes a casar, você quer que eu ache uma palavra mais amena que orgia?”.

Publicidade

Ela revelou que descobriu que o marido teria tido outros casos com vários homens. A mulher ainda afirmou que foi enganada pelo rapaz por cerca de 10 anos, sem imaginar que ele levava uma vida dupla durante o namoro e o noivado.

Após o áudio se tornar viral, a Arquidiocese de Natal se manifestou e emitiu uma nota a respeito do caso. A instituição afirmou que o padre Júlio César foi afastado de seu cargo e que será realizada uma investigação para apurar a veracidade dos fatos.

Publicidade