in

Anvisa determina apreensão de medicamento falsificado Humira

Até o momento foram identificados três lotes da medicação falsificada.

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a apreensão de mais um lote falsificado do medicamento Humira AC 40 mg, na forma de seringa preenchida. Em um mês, é o segundo lote que tem proibido o uso, a distribuição e a comercialização de unidades que, segundo a empresa Abbvie Farmacêutica, é falsificado.

Publicidade

A resolução publicada hoje determina a apreensão das unidades falsificadas do lote 1153971 (fab. 03/2021 e val. 02/2023).

Já a resolução publicada em 4 de maio determina a apreensão das unidades falsificadas do lote 1146607 (fab 05/2021, val 01/2023).

Publicidade

Em setembro de 2021, a Anvisa publicou resolução referente ao lote 1135258 (fab. 05/2020 e val. 04/2022)

Publicidade

Em nota, a Anvisa solicita aos serviços de saúde que, “caso identifiquem unidades com características de falsificação, não utilizem os produtos e comuniquem o fato à Agência, pelo Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária (Notivisa)”.

Publicidade

Em caso de dúvidas sobre a procedência do produto, a recomendação é contatar o Serviço de Atendimento ao Consumidor da AbbVie Farmacêutica 08000222843. Confirmada a falsificação, deve-se reportar o fato à Anvisa.


Publicado em 02/06/2022 – 15:26 Por Pedro Peduzzi – Repórter da Agência Brasil – Brasília


Edição: Fernando Fraga

Publicidade

Escrito por Agência Brasil

Agência pública de notícias da EBC. Informações sobre política, economia, educação, direitos humanos e outros assuntos.