in

Polícia prende homem com transtorno mental em viatura e tira sua vida com gás; vídeo mostra cenas cruéis

A Polícia Rodoviária Federal emitiu uma nota e lamentou a morte de Genivaldo.

Isto É/O Globo/Montagem

Um homem acabou perdendo a vida nesta semana depois de sofrer asfixia em plena rua. A situação aconteceu depois de policiais prenderam a vítima dentro de uma viatura, que logo foi tomada por uma grande quantidade de gás.

Publicidade

Genivaldo de Jesus Santos tinha 38 anos e, de acordo com o que informaram seus familiares, sofria de esquizofrenia. O homem foi abordado por dois agentes da Polícia Rodoviária Federal de Sergipe e colocado dentro da viatura.

A vítima foi detida enquanto trafegava em sua motocicleta na BR-101, em Umbaúba. A seguir, os policiais colocaram Genivaldo no porta-malas e jogaram um tipo de gás. Os agentes, que não tiveram identidade divulgada, seguraram a porta para manter o homem trancado.

Publicidade

Depois de alguns minutos, os policiais abrem a tampa do porta-malas e a vítima já está desacordada. O homem faleceu em seguida. De acordo com informações, os dois agentes da Polícia Rodoviária Federal foram afastados de suas atividades.

Publicidade

Pessoas que testemunharam a ação policial gravaram toda cena cruel. Um vídeo que mostra o ato em detalhes foi compartilhado nas redes sociais e não demorou muito para viralizar. No registro, é possível ver a vítima gritando momentos antes de falecer.

Publicidade

Meu sobrinho estava no local, foi em frente à oficina do meu sobrinho, todo mundo que chegava falava: ‘Rapaz, não faça isso não, ele é conhecido, ele tem problemas mentais, toma remédio controlado’. Eles não queriam nem saber, queriam era matar“, relatou um parente da vítima.

A PRF emitiu um comunicado informando que o método utilizado é para imobilização e que as substâncias não possuem potencial ofensivo. O órgão lamentou a morte de Genivaldo.

Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.