in

Acusado de sequestro e abusos, homem que tatuou nome no rosto da ex-namorada é preso

Caso aconteceu na última sexta-feira (20/05), no município de Taubaté, no interior de São Paulo.

Reprodução: TV BAND

Uma jovem, de 18 anos, foi vítima do ex-namorado em Taubaté, no interior de São Paulo. O agressor, de 20 anos, é acusado de ter sequestrado a menina, que ficou desaparecida por um dia e, quando voltou para casa, a mãe decidiu procurar a polícia ao ver o nome do rapaz tatuado no rosto da garota.

Publicidade

O caso aconteceu na última semana. No sábado (21/05), ele foi preso e continua no CDP (Centro de Detenção Provisória), após ter passado por audiência de custódia, no domingo (22/05). A jovem contou que foi vítima de abusos, pelo menos três vezes, num intervalo de um ano.

Os jovens chegaram a ficar oito meses separados. Mas, após promessas do rapaz em parar com as agressões, eles voltaram. Débora Velloso Moreira, de 34 anos, contou em entrevista ao UOL que a filha tem outras duas tatuagens com o nome dele no corpo, todas feitas à força.

Publicidade

O agressor descumpriu pelo menos duas medidas protetivas, obtidas pela vítima, ao se aproximar dela. A mãe contou que a filha foi amarrada pelo ex-namorado, enquanto tatuou o rosto dela.

Publicidade

Durante a conversa com a reportagem, Débora contou que a filha saiu na manhã de sexta-feira (20/05) para ir à escola, mas passava das 22h e não voltou. Já no sábado, percebeu que a filha estava tentando cobrir a tatuagem com maquiagem, pois tinha que ir para o trabalho; foi então que ela acionou a polícia.

Publicidade

Ainda durante a conversa, a mãe mostrou uma mensagem de áudio, enviada pelo ex-namorado da garota, dizendo que nada que Débora falasse faria ele mudar o que pretendia fazer. A DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Taubaté investiga o caso que corre em segredo de justiça.

Publicidade