in

Mãe desabafa após filhos terem sido envenenados; jovem de 22 anos não resistiu, e madrasta é suspeita

Cintia Mariano Dias segue presa no Rio de Janeiro desde o último dia 20 de maio.

UOL | REPRODUÇÃO

Cintia Mariano Dias é suspeita de tirar a vida de Fernanda, sua enteada de 22 anos, por meio de envenenamento. De acordo com o site UOL, a mulher também teria envenenado o outro enteado, um adolescente de 16 anos. A mãe das vítimas, Jane Carvalho Cabral, falou sobre o comportamento de Cintia e desabafou.

Publicidade

Segundo Jane Cabral, a filha foi envenenada no último dia 15 de março e apresentou sintomas como tontura, suores e desmaios. Fernanda ficou internada por mais de 10 dias, mas não resistiu às complicações de saúde. Dois meses após, Bruno, de 16 anos, sentiu os mesmos sintomas da irmã após ingerir feijão, servido pela madrasta.

Jane Cabral disse, ainda, que o filho desconfiou de algo errado com o alimento, após sentir um gosto amargo e ver alguns pequenos grãos de cor azul. Desconfiado, o jovem contou tudo à mãe e foi levado ao hospital, com os mesmos sintomas de Fernanda. No local, o adolescente passou por uma lavagem estomacal e, ainda assim, precisou ser intubado.

Publicidade

Revoltada com toda a situação, a mãe das vítimas desabafou: “Agora, quero que ela fique na cadeia para o resto da vida. Ela tem uma energia horrível, uma energia ruim“. Segundo o site G1, Cintia Mariano chegou a usar as redes sociais para publicar homenagens à enteada e desejar seu reestabelecimento.

Publicidade

Na delegacia, durante uma conversa informal, Cintia teria contado ao filho que, de fato, envenenou os enteados com chumbinho, conhecido veneno para ratos. A mulher segue em prisão temporária no Rio de Janeiro desde o último dia 20 de maio.

Publicidade
Publicidade