in

Vídeo: João Doria anuncia que não será candidato a presidência do Brasil

O ex-governador de São Paulo já havia se afastado do cargo para concorrer a presidência, mas comunicou a desistência nesta segunda-feira (23).

REPRODUÇÃO G1/ REDES SOCIAIS

João Doria (PSDB), ex-governador de São Paulo e que ocupava a quarta colocação nas pesquisas para eleições presidenciais em outubro, disse que não será candidato para presidente do Brasil este ano. O anúncio foi feito em uma entrevista coletiva no início da tarde desta segunda-feira, dia 23 de maio.

Publicidade

João Doria disse entender que não era candidato escolhido pelo partido. O ex-governador havia comunicado aos aliados, no domingo (22), que iria retirar sua candidatura à Presidência da República.

Ainda na tarde de domingo, Doria conversou com o governador Rodrigo Garcia e o informou sobre a decisão. O governador de São Paulo teria dito a aliados que estava aliviado com a decisão. Segundo relatos de Doria, em conversa com terceiros no domingo, ele pretende dedicar toda a sua atenção a um projeto de negócios.

Publicidade

Doria foi pressionado pelo entorno do governador Rodrigo Garcia para desistir de sua candidatura presidencial, para que a campanha de Garcia não fosse afetada. Isso porque Doria teve um índice negativo nas pesquisas, e seu envolvimento na disputa colocaria em risco os planos do PSDB para o estado de São Paulo, partido que desde 1994 comanda o estado.

Publicidade

Em novembro de 2021, Doria havia sido escolhido pelo PSD como candidato à Presidência da República. Ele venceu, em uma disputa interna, os concorrentes pelo mesmo partido: Eduardo Leite, ex-governador do Rio Grande do Sul; e Arthur Virgílio Neto, ex-prefeito de Manaus. Doria estava tentando permanecer como candidato, apesar das divergências dentro do partido.

Publicidade

Publicidade