in

Mulher flagrada com morador de rua após surto processa Sikêra Jr por falas polêmicas

Sandra Mara Fernandes foi alvo de comentários polêmicos do comandante do Alerta Nacional.

ReproduçãoRedeTV/UOL/Montagem

A empresária Sandra Mara Fernandes resolveu processar o apresentador Sikêra Jr., da RedeTV. A mulher ficou conhecida em todo o Brasil, depois de ser flagrada mantendo relações íntimas com Givaldo Alves, um ex-morador de rua de 48 anos.

Publicidade

O motivo do processo de Sandra contra o comunicador foi por falas depreciativas de Sikêra durante seu programa, enquanto ele mencionava o caso de Sandra Mara, que é casada com o personal trainer Eduardo Alves.

O documento contra o apresentador foi protocolado na última sexta-feira (20/05), pelo advogado responsável pelo caso de Sandra Mara. A mulher teve seu nome exposto por vários portais desde o flagra com Givaldo, enquanto ela sofria um surto psicótico.

Publicidade

O caso corre na 2ª Vara Criminal e 2º Juizado Especial Criminal de Planaltina. Durante o Alerta Nacional, programa que comanda há vários anos, Sikêra declarou que a Sandra Mara “tinha uma fantasia” de “subir no pau de sebo”.

Publicidade

Ainda no jornal, o apresentador afirmou que a empresária não teria sido vítima de abuso sexual por parte de Givaldo, acrescentando de forma irônica que Sandra teria mantido uma relação de “amor” com o ex-morador de rua.

Publicidade

Em sua rede social, Sandra chegou a fazer um longo desabafo depois de retornar de uma clínica psiquiátrica. “Fui VÍTIMA de chacotas, humilhações em rede nacional. Fui taxada como uma mulher qualquer, uma mulher promíscua, uma mulher com fetiches“, disse ela, em parte da publicação.

Sandra contou que tem vivido à base de remédios desde que sofreu o surto que acabou envolvendo Givaldo Alves. O ex-morador de rua, por sua vez, mantém uma vida de influenciador digital diante da fama polêmica.

Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.