in

Frio em SP: temperaturas chegaram a 4 graus negativos na zona sul; morador de rua faleceu

Sensação térmica fez temperatura ficar abaixo de zero em pontos da capital paulista.

Dreamstime / Reprodução

O frio chegou para valer em todo o Brasil. Na cidade de São Paulo, os termômetros marcaram 7 graus na manhã desta quarta-feira (18). Foi a temperatura mais baixa registrada na capital paulista neste ano. Quando o frio começa para valer, tem início também o drama dos moradores de rua.

Publicidade

Se a temperatura já é baixa, fica ainda mais baixa com as rajadas de vento. O vento faz com que a sensação térmica caia drasticamente. Na região do Aeroporto de Congonhas, zona sul da cidade, foi registrado 4 graus negativos de temperatura, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências.

Morador de rua morre em São Paulo

Com as temperaturas baixas, um morador de rua morreu em São Paulo. Isaias de Faria, de 66 anos, passou a madrugada na rua. Durante a manhã, ele estava na fila do café oferecido por um abrigo conveniado pela prefeitura. A administração do local é feita pelo Centro Social da Nossa Senhora do Bom Parto. 

Publicidade

O local não abriga moradores de rua, mas fornece alimentação, o que é muito importante neste período de frio. Na fila, o homem caiu, sofreu convulsão e morreu ali mesmo. A Polícia Civil registrou a ocorrência e investiga o caso como morte suspeita.

Publicidade

O frio deve continuar intenso nos próximos dias em São Paulo. A prefeitura disponibilizou o telefone 156 para atendimento aos moradores de rua. Qualquer pessoa que se deparar com alguém em situação de rua pode ligar para o telefone e pedir o deslocamento de funcionários da prefeitura para resgatar o morador de rua e levá-lo a um local seguro.

Publicidade

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!