in

Caixa preta aponta que avião chinês recebeu comando de mergulhar para queda fatal e novo cenário é polêmico

Dados de voo foram revelados pela imprensa norte-americana; avião teria sido derrubado propositalmente.

Montagem: Wall Street Journal / Globo

As investigações dobre a tragédia envolvendo o avião chinês que mergulhou na vertical para uma queda trágica onde todos os embarcados faleceram acaba de ganhar mais um capítulo igualmente trágico. A investigação deve apontar que a aeronave recebeu comando para fazer o mergulho da morte por alguém de dentro da cabine.

Publicidade

Este novo curso de investigação foi noticiado pelo Wall Street Journal. Ainda que se chegue a esta conclusão, a investigação não termina no momento em que se descobre o que levou a queda da aeronave, ainda que sejam descartadas falhas em equipamentos e que se constate que de fato, o avião foi derrubado propositalmente de dentro da cabine, a indústria aeronáutica costuma agir de forma a prevenir que outros episódios similares possam se repetir.

A Rede Globo chegou a mostrar uma animação, na semana da queda da aeronave, que mostrava que o avião fazia um voo normal de cruzeiro quando, ‘do nada’, inclinou seu nariz em direção ao solo.

Publicidade

O impacto foi tão gigante que não houve possibilidade de resgatar ninguém com vida e a forma como o acidente se deu, com o avião caindo na vertical, acabou ganhando espaço na imprensa mundial.

Publicidade

Cabine poderia ter sido invadida

Todos os olhos se voltam agora para o que, de fato, derrubou o avião. Uma das hipóteses cogitadas é a de que a cabine dos pilotos pudesse ter sido invadida e um ‘terceiro’ fosse o responsável pela atitude. 132 pessoas morreram neste acidente, ocorrido em 21 de março, nenhum passageiro ou tripulante sobreviveu e mesmo a caixa preta ficou danificada, tendo que ser resgatada por uma equipe especializada em recuperar os dados.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Evandro

O mundo do entretenimento é a minha vida.