in

Brasileira presa por tráfico de drogas na Tailândia tem pena definida; advogada se manifesta

Defesa de Mary Hellen estava na expectativa de que ela pudesse ser condenada a até 50 anos.

Divulgação/Redes Sociais

Mary Hellen Coelho da Silva virou assunto em todo o Brasil no mês de fevereiro. A jovem natural de Pouso Alegre, em Minas Gerais, foi presa na Tailândia com cocaína. Acusada de tráfico internacional, ela foi detida no país que tem lei rigorosa contra este tipo de crime.

Publicidade

No Brasil, familiares e amigos de Mary Hellen estavam desesperados com o ocorrido. Em um primeiro momento, se falou que ela poderia ser condenada à morte no país asiático. Com o passar do tempo, a defesa dela descartou essa possibilidade.

Apesar disso, esperava-se que Mary sofresse com uma pena dura. O resultado do julgamento, divulgado nesta quinta-feira (12), trouxe alívio à defesa da brasileira. Ela foi condenada a nove anos e seis meses. Quarenta anos a menos do que imaginavam os advogados.

Publicidade

“Estamos caminhando para uma pena humana”, disse a advogada Kaelly Cavoli Moreira, responsável pela defesa de Mary. O julgamento foi realizado na quarta e a defesa foi informada. Outros dois brasileiros, presos com Mary, seguem detidos e aguardando julgamento. A expectativa é que as penas sejam parecidas com a de Mary Hellen.

Publicidade

Mary Hellen, brasileira presa na Tailândia, é condenada pela justiça do país

A legislação da Tailândia mudou no final do ano passado e a pena para tráfico de cocaína é de 15 anos. A pena imposta a Mary Hellen está dividida: crime penal (sete anos e seis meses) e crime civil (dois anos). No julgamento, Mary Hellen foi acompanhada por um defensor público tailandês. A defesa ainda tenta extraditá-la para o Brasil. O processo não é fácil.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!