in

Idosa sofre com dores por 30 dias e médicos descobrem cisto de 5 quilos; cirurgia foi realizada

Caso surpreendente aconteceu na cidade de Bom Jesus, no sul do estado do Piauí.

Hospital Regional de Bom Jesus

Uma mulher de 66 anos estava sofrendo com fortes dores na região do abdômen. Havia 30 dias que ela sofria com as dores sem saber ao certo o que tinha. A idosa também apresentava problemas intestinais. Tudo isso acontecia há um mês.

Publicidade

Ao comparecer ao Hospital Regional de Bom Jesus, no estado do Piauí, a mulher passou por exames. Uma tomografia foi realizada e indicou um cisto muito grande na região dos ovários. A mulher, cuja identidade não foi revelada pelo hospital, precisou passar por cirurgia.

Internada logo após a realização do exame e das reclamações de dores, a idosa foi submetida ao procedimento que extraiu um cisto de cinco quilos na cirurgia de emergência. O procedimento chamado laparotomia exploradora retirou o cisto.

Publicidade

A assessoria do hospital se manifestou nas redes sociais e explicou o procedimento cirúrgico realizado na idosa. “Uma mini-laparotomia pode envolver uma incisão de oito a dez centímetros, mas uma laparotomia exploratória pode envolver uma incisão que percorre quase todo o comprimento do abdômen”.

Publicidade

O hospital postou duas imagens da cirurgia em sua conta oficial no Instagram. Muitos internautas parabenizaram a equipe médico pela cirurgia bem-sucedida. Outros ficaram surpresos por causa do tamanho do cisto. Uma pessoa perguntou se não era possível ter descoberto o cisto antes de ele chegar aos cinco quilos. Um homem contou que sua mãe retirou um cisto ainda maior, de seis quilos. “Chocada”, comentou um internauta. A idosa que passou pelo procedimento cirúrgico se recuperava bem. 

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!