in

Mulher que se deitou com morador de rua diz que teve mais três surtos no hospital

Sandra Mara passou cerca de um mês e meio internada em um hospital psiquiátrico.

Fotomontagem IstoÉ/Russel

O episódio da mulher flagrada pelo próprio marido tendo relação sexual com um morador de rua voltou a ter repercussão após ela receber alta do hospital psiquiátrico em que estava internada. Liberada pelos médicos, Sandra Mara vem dando a sua versão sobre o caso que foi o grande assunto das redes sociais nos últimos dois meses.

Publicidade

A empresária falou primeiramente com as reportagens do SBT e da RecordTV e nessa semana participou do “Superpop”, programa de Luciana Gimenez na RedeTV. Na entrevista, Sandra Mara abriu seu coração e afirmou que sente nojo dela mesma, e que por isso ela precisa continuar com o seu tratamento psiquiátrico.

A empresária passou cerca de um mês e meio internada e diagnosticada pela equipe médica com transtorno afetivo bipolar, que segundo os médicos, acabou gerando nela um surto psicótico naquela noite do dia 9 de março.

Publicidade

Sandra Mara afirmou no programa que teve outros três surtos no período em que esteve internada. Em um desses surtos, a empresária se negava a vestir roupa. Ela não se lembra desse, que foi seu terceiro surto. Quem contou para ela foi seu marido, o personal trainer Eduardo Alves, que foi quem espancou o morador de rua que estava no carro com Sandra.

Publicidade

“Lembro do segundo surto, que eu fui amarrada por mais de quatro homens”, disse a empresária, afirmando que ficou com uma força inimaginável, e que por isso precisou ser contida. “Foram os piores dias da minha vida, e não desejo pra ninguém“, reforçou Sandra Mara, que chorou em muitos momentos de sua entrevista.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com