in

Bebê de 9 meses perde a vida após se engasgar com comida em creche de SP

De acordo com médicos que atenderam a criança, foram encontrados vestígios de alimentos no pulmão do bebê.

REPRODUÇÃO: GOOGLE STREET VIEW

Na quinta-feira (28), um bebê de apenas 9 meses morreu após se engasgar durante a alimentação no Centro de Educação Infantil (CEI) Jardim da Conquista II, na zona leste de São Paulo. Marcos Gabriel chegou a ser socorrido, mas não resistiu. 

Publicidade

Durante uma apresentação ao vivo do projeto Confeiteiros Mirins, Naiara, mãe do bebê, disse que a escola relatou que o menino havia se engasgado e começado a tossir durante o jantar na creche.

Percebendo que o maxilar da criança estava começando a ficar roxo, a professora correu com o menino para sala de atendimento médico da escola, onde foi feita uma massagem na tentativa de retirar o alimento de sua garganta. A escola disse a Naiara que a criança vomitou, mas que continuou engasgada.

Publicidade

O socorro não chegou a ser acionado, pois os próprios funcionários da creche levaram o bebê para a AMA (Assistência Médica Ambulatorial) Jardim da Conquista III,  que fica bem próximo à escola, e em seguida comunicaram a mãe. Após dar entrada na unidade de saúde, a criança morreu.

Publicidade

Segundo a mãe, os médicos alegaram que os alimentos digeridos atingiram os pulmões do bebê, por isso ele não resistiu. Naiara também disse que os profissionais alegaram que o bebê tinha refluxo ou problemas pulmonares, o que teria contribuído para que o estado do bebê se agravasse. Mas a mãe negou e alegou que seu filho nunca havia sido diagnosticado com problemas de saúde semelhantes.

Publicidade

Na manhã da última segunda-feira (2), Naira e outras mães de crianças matriculadas na creche foram à unidade escolar cobrar explicações. O incidente foi registrado como morte suspeita na 49ª DP de São Mateus.

Publicidade