in

Especialista alerta para casos de infecção pelo norovírus em estado brasileiro: ‘Tendência é causar um surto’

Entre os sintomas estão febre alta, diarreia, vômito e dores no estômago e no corpo.

Reprodução: Jornal Dois Irmãos

De acordo com amostras analisadas pelo laboratório de virologia pertencente a UFBA (Universidade Federal da Bahia), a capital da Bahia está sofrendo um aumento considerável no número de casos de norovírus. Das 35 amostras testadas entre o fim de abril e a primeira semana de maio, 15 apontaram a presença do vírus.

Publicidade

Entre os sintomas apresentados por quem é contaminado pelo norovírus estão diarreia, dor no estômago e no corpo, febre alta e vômito. Além disso, as manifestações da infecção podem se estender de um a três dias e costumam dar os primeiros sinais de 24 a 48 horas após o indivíduo contrair o vírus.

A infecção pelo norovírus pode acontecer através da ingestão de água e alimentos que estejam contaminados ou até mesmo de pessoa para pessoa. É importante ressaltar também que a contaminação entre pessoas pode acontecer até dois dias após o desaparecimento dos sintomas.

Publicidade

Gúbio Soares, virologista do Instituto de Ciências da Saúde da UFBA, afirmou que já encontrou o vírus em amostras de fezes coletadas em um hospital privado e, além disso, tomou conhecimento de outras pessoas apresentando sintomas como vômito e diarreia em outros hospitais. “É bom fazer um alerta porque eu tenho encontrado, em amostras que recebi de um hospital, o vírus norovírus”, afirmou o especialista.

Publicidade

Além disso, Gúbio explicou ainda que a presença do norovírus chama atenção pelo fato de que ele não é um vírus fácil de ser encontrado e que nem sempre está presente na população. “Quando ele aparece a tendência é aumentar e causar um grande surto”, detalhou.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.