in

Polícia identifica suspeito de tirar a vida de jovem que ajoelhou em assalto

Renan Silva Loureiro foi morto na noite de segunda-feira em bairro da zona sul de São Paulo.

Reprodução Globo / Arquivo pessoal Renan

Renan Silva Loureiro, de 20 anos, foi morto na noite de segunda-feira (25), na região do Jabaquara, zona sul de São Paulo. O crime está tendo repercussão nacional. Até o presidente Jair Bolsonaro (PL) se manifestou nas redes sociais lamentando o ocorrido.

Publicidade

Renan estava acompanhado da namorada quando o criminoso, de moto e com bag de uma empresa de entrega de comida por aplicativo, chegou e anunciou o assalto. Renan tentou reagir uma vez. Em seguida, ajoelhou. Quando o criminoso foi para cima da namorada de Renan, o jovem reagiu de novo e levou quatro tiros.

Renan morreu na hora e o criminoso fugiu. Antes de sair, pegou o celular da namorada de Renan. As imagens são muito fortes. O delegado-geral da Polícia Civil de São Paulo, Oswaldo Nico Gonçalves, que assumiu o cargo de delegado-geral recentemente, deu detalhes da operação que teria encontrado a casa do suspeito.

Publicidade

“A equipe encontrou uma arma, uma bag de entrega de produtos de delivery e uma jaqueta, além de outros objetos”, contou o delegado-geral. O suspeito segue foragido. A Polícia Civil informou que ele tem 23 anos e mora em uma comunidade de Americanópolis, na região onde o crime aconteceu.

Publicidade

Publicidade

Buscas pelo suspeito continuam

Qualquer pessoa que tiver informações que possam levar ao paradeiro do suspeito de ter cometido o crime que chocou o Brasil pode ligar para o disque-denúncia da Polícia Civil, telefone 181, ou para o número da Polícia Militar, 190. A denúncia pode ser anônima, sem a necessidade de se identificar. Toda informação é importante neste momento.

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!