in

4 formas de proteger o seu WiFi de invasão

Graças ao WiFi, estamos mais conectados do que nunca. Residências e empresas inteiras funcionam com internet.

pixabay.com

Graças ao WiFi, estamos mais conectados do que nunca. Residências e empresas inteiras funcionam com internet sem fio, incluindo smartphones, laptops, dispositivos domésticos inteligentes, sistemas de jogos e muito mais.

Publicidade

Embora o uso de WiFi para alimentar nossos dispositivos possa tornar a vida mais fácil e móvel, esse tipo de conexão com a Internet também pode nos abrir para ameaças online, especialmente se não a protegermos.

Muitas pessoas perceberam essa possibilidade em setembro de 2020, quando os usuários do iOS começaram a receber alertas de que seu WiFi não era seguro.

Publicidade

Mas o que exatamente isso significa e o que pode ser feito para proteger o seu WiFi de invasões?

Publicidade

Neste artigo, daremos algumas dicas importantes sobre como proteger seu WiFi de possíveis invasões de hackers. Confira a seguir!

Publicidade

Dicas para proteger o WiFi de hackers

O hacking de rede é um risco sério que pode ser remediado com poucas etapas. Veja como fazer isso a seguir!

1. Renomeie sua rede

Todo dispositivo que transmite uma conexão sem fio tem um SSID de rede, que nada mais é do que o “nome” da sua rede. Esses nomes geralmente são predefinidos e genéricos, o que facilita para os hackers encontrá-los e direcioná-los.

Você deve atualizar seu nome de rede para algo único. Você pode se divertir escolhendo um nome personalizado, desde que não revele a identidade de sua família.

Certifique-se de que seu novo nome de rede também não contenha nenhuma pista para sua senha.

Para atualizar o nome da rede, geralmente, você deve primeiro acessar as configurações sem fio do modem fazendo login na interface de usuário e navegar até o menu “Configurações sem fio”.

2. Defina senhas fortes

Para proteger sua rede WiFi de vizinhos “parasitas”, de hackers e de qualquer outra pessoa, comece ativando a criptografia do seu roteador e definindo uma senha personalizada.

Você deve definir seu tipo de segurança para WPA3, se estiver disponível, ou para WPA2, que exige que cada novo dispositivo insira uma senha para se conectar.

Em seguida, você precisará criar uma senha forte. As melhores senhas são combinações longas e aleatórias de letras, números e símbolos.

Anote a senha da sua rede sem fio e cole-a na parte inferior do roteador ou coloque-a em outro local de fácil acesso, mas seguro.

Você também deve alterar a senha do seu roteador do padrão. Certifique-se de que não seja a mesma que sua nova senha WiFi.

3. Use uma VPN

Uma Virtual Private Network (Rede Privada Virtual) é comumente conhecida como VPN. Ela fornece os principais benefícios de segurança que protegem seu roteador contra interferências.

O uso de pontos de acesso Wi-Fi em locais públicos junto com a VPN preservará seu dispositivo de invasões. Os hackers também podem usar o “Man-in-the-middle” para saquear seus dados que estão conectados à mesma rede.

Quando você usa este dispositivo em casa, a possibilidade de direcionar seu roteador é alta. Mas é necessário gastar dinjeiro para usar uma VPN? Não, inclusive, aproveite e confira essa lista de VPN grátis. Depois que escolher a opção que utilizará, abra as configurações e selecione Wi-Fi e Internet ou Sem fio e redes. Selecione a opção VPN.

Feito isso, digite o endereço do servidor, nome de usuário e senha, fornecidos pelo administrador da rede.

4. Crie um firewall

Um firewall é um sistema de segurança de rede de hardware ou software que bloqueia a entrada ou saída de certos tipos de dados da sua rede sem fio.

Seu roteador provavelmente veio com um já instalado, mas pode ser desligado por padrão quando você o configurar.

Você dormirá melhor à noite sabendo que seus dados pessoais, arquivos, informações financeiras e fotos estão protegidos por seu próprio firewall privado.

O que mais você pode fazer para proteger o WiFi

Manter suas conexões seguras e protegidas é um investimento valioso do seu tempo. Aqui estão algumas etapas adicionais que você pode seguir para proteger seu WiFi:

  • Atualize regularmente o firmware do seu roteador para se proteger contra quaisquer vulnerabilidades.
  • Configure uma rede de convidados para visitar amigos que precisam usar a Internet. Isso os colocará online sem dar acesso à sua rede principal, que protege você de qualquer dispositivo infectado.
  • Se estiver preocupado com a segurança WPS, você pode desativar a função do botão WPS no seu roteador.

Com um pouco de esforço extra, você pode proteger seu WiFi e ter certeza de que suas informações não cairão em mãos erradas.

Publicidade