in

Esposa de personal que espancou morador de rua, Sandra Mara recebe alta e seu estado é divulgado

Mulher que foi flagrada pelo marido tendo relação com um morador de rua já se encontra em sua casa.

REPRODUÇÃO / REDES SOCIAIS

Uma das protagonistas do caso de maior repercussão do mês de março nas redes sociais, a empresária Sandra Mara recebeu alta do Hospital Universitário de Brasília na última terça-feira. A comerciante estava internada desde a noite do dia 9 de março, quando foi flagrada por seu marido, o personal trainer Eduardo Alves, tendo relação sexual com um morador de rua dentro do carro da família.

Publicidade

Pensando se tratar de um abuso sexual, o personal trainer tirou o sem-teto do carro e o espancou. O morador de rua passou uma semana internado e ao sair acabou se tornando uma celebridade da internet. Por conta da repercussão do episódio, Givaldo Alves acabou mudando de vida e hoje está morando em um hotel de luxo de Brasília.

Já Sandra Mara foi diagnosticada pelos médicos com “transtorno afetivo bipolar em fase maníaca psicótica“, o que corroborou com a versão dada por seu marido, de que ela teve um surto psicótico naquela fatídica noite.

Publicidade

Segundo a advogada que representa o casal na justiça, Auricélia Vieira, Sandra Mara está em fase de atenuação dos efeitos de seu surto. “Ela está bem. Está em adaptação aos medicamentos. Sente os efeitos colaterais, mas responde bem ao tratamento“, disse a advogada.

Publicidade

Auricélia contou ainda que Sandra está sob os cuidados de Eduardo, que se encontra desempregado devido a toda repercussão que o caso teve na mídia. “O casal ainda não voltou à vida normal”, afirmou a advogada.

Publicidade

Sandra Mara continua com o seu tratamento psicológico em casa e faz acompanhamento para vítimas de violência sexual no ambulatório da rede pública. Ela ainda não prestou depoimento sobre o caso.

Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com