in

‘Pacotes de Bondades’: medidas econômicas preparadas pelo Governo Federal

Em pleno ano eleitoral, o Governo Federal realiza projetos com o intuito de executá-los ainda em 2022.

Divulgação / A Hora

O Governo Federal tem divulgado várias medidas econômicas, com iniciativas para o ano de 2022 e nomeadas como “Pacotes de Bondades”. Entre elas estão “Benefício para catadores”, “Reajuste para servidores” e “Correção da tabela do Imposto de Renda”.

Publicidade

A finalidade do projeto para os catadores será o planejamento de reciclagem, que vai privilegiar os catadores informais. Segundo o comunicado do Governo, aproximadamente 800 mil catadores serão beneficiados pelo projeto.

Com a criação do programa, a renda mensal dessa classe será aumentada entre R$ 200 a R$ 300 mensais. O referido projeto não implicará dinheiro público, tendo em vista que as empresas privadas disponibilizarão o capital. Neste projeto, os catadores serão chamados de “Agentes do Meio Ambiente”.

Publicidade

Quanto ao reajuste dos servidores, o Governo segue em debates referentes a algumas questões, como disponibilizar a quantia de R$ 400 referentes a vale-alimentação e compartilhar o limite autorizado para reajustes – sendo 1,7 bilhão para categorias de servidores do Banco Central e Tesouro Nacional, Controladoria-Geral da União, CGU e policiais. Esse projeto prevê ainda atribuir reajuste a todos os servidores a partir de julho deste ano, referente a 4% a 5%. Já o vale-alimentação não abrangerá os servidores inativos.

Publicidade

Com relação à correção da tabela do Imposto de Renda, será analisado os excedentes de recolhimento que está sendo assinalado. O objetivo é não elevar a faixa de isenção, que atualmente é R$ 1,9 mil. O referido projeto foi aprovado junto a Câmara dos Deputados, contudo, não foi encaminhado ao Senado Federal. 

Publicidade

Publicidade