in

Mãe de jovem presa na Tailândia perde a vida; defesa relata dificuldades em conseguir avisar a mineira

Mary Hellen foi presa em fevereiro na Tailândia e ainda não sabe que sua mãe faleceu, devido a demora no contato.

Reprodução/ Redes Sociais/ Metrópole

A história da mineira Mary Hellen Coelho ganhou os noticiários mundiais, após a jovem, de 21 anos, ser presa na Tailândia. Em fevereiro, a moça estava com outro brasileiro em um aeroporto, quando foram presos levando 9 kg de cocaína nas malas. O crime de tráfico internacional de drogas pode ser punido com pena de morte no país.

Publicidade

Nesta quarta-feira (16), faleceu em Porto Alegre, Minas Gerais, a mãe da jovem, Thelma Coelho. A mulher estava lutando contra um câncer e a família relata a dificuldade que estão enfrentando para que a notícia chegue até a prisioneira. Desde que foi presa, o contato só ocorreu uma única vez, através de uma carta, escrita por outra pessoa.

Segundo os advogados de defesa, é difícil demais o contato no país e até hoje a família não conseguiu falar diretamente com Mary. Eles informaram que o contato é feito por email, que demoram mais de um dia para serem respondidos, dificultando que as coisas avancem.

Publicidade

Talita Franco, advogada, contou que a mãe de Mary lutou muito para ver a filha e agora, devido à diferença no fuso horário, a informação da morte da mesma só deve chegar lá após o enterro. A defesa disse que já enviou email para a embaixada e que estão tentando falar na prisão, na tentativa de darem a notícia levando em conta o respeito e a sensibilidade que a situação merece. 

Publicidade

Na carta recebida na última semana, a jovem presa chegou a falar sobre a saúde da mãe. Mary mandou abraços para os avós e disse que se lembrava todos os dias dos familiares e amigos que estavam no Brasil. Para a mãe, ela escreveu: “Mãe, eu amo você tanto e espero que você melhore logo.”

Publicidade

Publicidade