in

Conselho de Ética do Rio irá analisar vídeo em que Gabriel Monteiro beija pescoço de criança

O vereador se defendeu e disse que editaram o vídeo com intuito de destruírem sua vida.

REPRODUÇÃO/ TWITTER

O vereador Chico Alencar, do PSOL-RJ, informou que a Comissão de Ética da Câmara Municipal do Rio de Janeiro deverá investigar um vídeo do vereador Gabriel Monteiro, do PL-RJ. Nas imagens, o político aparece beijando o pescoço de uma menina de 10 anos.

Publicidade

No twitter, Alencar, que faz parte do Comitê de Ética da Câmara, disse que a denúncia é ‘estarrecedora’ e concluiu que houve indícios de uma relação abusiva com a criança socialmente vulnerável.

O vídeo que voltou a circular nas redes sociais mostra Gabriel Monteiro beijando, acariciando e fazendo cócegas em uma menina que estava em situação de rua. A gravação foi postada originalmente em novembro de 2021.

Publicidade

Monteiro aparece nas imagens conversando com a criança e com uma mulher ao lado, que seria a mãe da menina, Na sequência, o vereador leva a garota a um salão de beleza para um tratamento contra piolhos. No salão, o ex-policial beijou, abraçou e fez cócegas na menina, depois que ela reclamou do produto utilizado no couro cabeludo.

Publicidade

Com a repercussão, o parlamentar se defendeu e disse que foi vítima de uma ‘campanha desumana para destruir sua vida.’

Publicidade




Monteiro afirmou que querem sua prisão, mas não revelou nomes. Ele alegou que editaram o vídeo envolvendo a menor de idade para gerar deturpações, mas reforçou que toda a gravação ocorreu com a presença da mãe da criança.

Na ultima semana, a Comissão de Justiça da Câmara Municipal do Rio de Janeiro aceitou uma denúncia em que Gabriel Monteiro é acusado de manter relações sexuais com menores de idade, gravar o ato e compartilhá-lo.

Além disso, Gabriel Monteiro teria usado R$ 871 mil reais dos recursos da Câmara a fim de pagar assessores de produção de vídeos para seu canal na internet.

Publicidade