in

O problema social causado pelas raspadinhas

Entenda quais são os principais problemas que as raspadinhas podem causar que estão relacionados ao vício em jogos de azar.

Divulgação

O brasileiro conhece bem as raspadinhas, afinal este é um jogo muito popular em terras brasileiras que é totalmente legal e permitido pelas leis do governo que é famoso por proibir completamente a atividade e/ou promoção de qualquer jogo de azar em território federal. Tanto que as raspadinhas são vendidas juntamente com os bilhetes que são promovidos pela loteria federal organizada pelo próprio governo.

Publicidade

Muitos brasileiros que são compradores assíduos dos bilhetes de loteria, são também jogadores adeptos das raspadinhas que, geralmente são compradas enquanto o jogador está esperando na fila por um bilhete de loteria. Nos cassinos online não é diferente, já que é bem simples encontrar a raspadinha online em uma variedade gigante, com várias versões e temáticas interessantes para atrair os jogadores.

Porém, muitos especialistas sinalizam para os perigos que este jogo, que é aparentemente inofensivo, pode trazer para os jogadores que estão acostumados a jogá-lo. É sobre isso que falaremos neste artigo, vamos entender melhor como a raspadinha pode se tornar um problema social para os jogadores brasileiros.

Publicidade

Como a raspadinha pode se tornar um problema social?

As raspadinhas têm um número muito alto de jogadores no Brasil, como já dissemos, este jogo é geralmente adquirido juntamente com os bilhetes de loteria que são vendidos pela subsidiária do governo brasileiro que controla este setor. Com tantos jogadores que são adeptos deste jogo tradicional de azar, muitos especialistas em vício em jogos alertaram para os perigos que um jogo simples como as raspadinhas podem trazer aos jogadores.

Publicidade

O principal argumento utilizado pelos especialistas é que as raspadinhas oferecem um sistema de prêmios que induz o vício ao jogador. Isso acontece pois este é um jogo de azar que promete prêmios grandes aos seus jogadores, promovendo uma grande expectativa dos mesmos e entregando apenas, em geral, prêmios menores que são o bastante para que o jogador continue comprando.

Publicidade

Com o alto consumo deste jogo de azar todos os anos e com a grande oferta de novas versões e temáticas do jogo em cassinos online que oferecem um ambiente digital facilitado para que o jogador não precise nem ir até uma loteria federal para jogar a raspadinha, o problema se tornou bem mais preocupante já que foi potencializado pela praticidade e facilidade entregue pelos cassinos online.

Quais os cuidados que os jogadores devem ter?

Para o jogador que tem o costume de estar sempre jogando as raspadinhas, ou qualquer outro jogo de azar, existem alguns cuidados básicos que podem evitar muitos problemas que estão associados ao vício nestes jogos de azar. Vamos ver abaixo quais são estes cuidados:

Definir limites

O primeiro e mais importante cuidado que o jogador deve ter é definir um limite máximo de dinheiro e tempo gasto com o jogo de azar. Desta forma, o jogador pode se manter saudável e se divertir na medida certa não deixando que o jogo o traga problemas financeiros, sociais ou psicológicos.

Saber quando parar

Além do limite financeiro e de tempo, o jogador deve saber como identificar os sinais de vício no jogo de azar, qualquer sinal de abstinência, falta de atenção e afastamento social por conta do jogo deve ser considerado e o jogador deve procurar ajuda após parar totalmente de jogar.

Manter uma consistência saudável

A palavra chave aqui é saudável, o jogador que gosta de raspadinha ou qualquer outro jogo de azar, deve manter uma consistência que seja saudável para si, levando em conta as outras dicas que demos aqui para que os limites entre a diversão e o vício não sejam ultrapassados, ou o jogador pode acabar precisando de um grupo de apoio de vícios.

Concluindo

As raspadinhas são um jogo de azar muito divertido e acessível no Brasil, porém o que vimos neste artigo é que a jornada ao jogar este tipo de jogo de azar deve ser controlada para que não se torne um problema. Os jogos de azar podem ser sim apenas uma fonte de entretenimento e ganhos, porém o jogador tem de saber bem quais são os seus limites e o que é considerado vício para evitar a todo custo.

 

Publicidade