in

Roberto Castro fala sobre as consequências da pandemia no setor de bares, restaurantes e casas de shows

O empresário conta que seu mercado de atuação começa a retomar a presença de público e espera acelerar a atividade nos próximos meses.

Foto: Divulgação

Um dos segmentos mais afetados durante a pandemia foi o ligado ao setor de bares, restaurantes e casas de shows. Eventos foram cancelados e muitas casas sem alternativa fecharam as portas encerrando as atividades. As restrições da pandemia afetaram diretamente o setor privando milhares de profissionais de exercer o seu ofício.

Publicidade

A pandemia gerou mudanças profundas, não apenas financeiramente, mas também mudanças provocadas no comportamento dos clientes. Mudanças que ao que tudo indica vieram para ficar e vão impactar diretamente na retomada da economia. “A busca por novas experiências de consumo estão entre as mudanças mais significativas que estou sentindo no momento”, reflete Roberto Castro, empresário do entretenimento noturno da cidade de Goiânia, estado de Goiás.

O empresário conta que seu mercado de atuação começa a retomar a presença de público e espera acelerar a atividade nos próximos meses com o avanço da vacinação e de autorizações do poder público. Um dos primeiros a parar na pandemia, o setor é agora um dos últimos a iniciar a recuperação. Ainda é começo de ano, mas já é possível prever que os quase trezentos dias que vem pela frente não serão iguais aos vividos nos últimos trezentos e sessenta e cinco dias e nem mesmo nos dias anteriores.

Publicidade

Publicidade

Segundo Roberto Castro, a pandemia provocou uma mudança de paradigmas e que os empresários do setor precisam continuar preparados para testar novas alternativas e mudar de acordo com o que o cliente deseja. “Praticamos o exercício durante os primeiros momentos da pandemia e conseguimos nos reinventar para sobreviver ao pior da crise. Como exemplo, posso citar uma das minhas casas, o Vilão, que foi reestruturado temporariamente para operar como bar funcionando dentro das normas estabelecidas pelas autoridades competentes evitando o fechamento”, conta Roberto.

Publicidade

Outros exemplos de oportunidades surgiram em meio aos desafios impostos pelas restrições e limitações para exercer suas atividades, a maioria, muitas delas benéficas para o incremento de vendas no período de transição da pandemia. “Mesmo tendo que continuar enfrentando as consequências da crise, a pandemia vem dando indícios de que vai caminhando para o fim. As pessoas retomam suas atividades presenciais dando novas esperanças de retomada da vida dentro do novo normal”, encerra Roberto Castro.

Para acompanhar mais sobre o trabalho do empresário basta seguir o Instagram @robertinho e o Instagram das empresas @vilaopremium @doha_lounge @azzureclub @moonkeyplace.

Publicidade