Caso Lara: polícia recebe laudo do carro, faz cerco contra suspeito e novos detalhes são expostos

Menina foi encontrada sem sinais de vida no último dia 19 em Francisco Morato.

PUBLICIDADE

A polícia continua investigando para chegar a uma conclusão e ao culpado pela morte da menina Lara Maria Oliveira Nascimento. A vítima, que tinha 12 anos, foi encontrada sem sinais de vida três dias após sair para comprar refrigerante perto de casa, em Campo Limpo Paulista.

PUBLICIDADE

O corpo foi achado por um lenhador que havia saído para trabalhar em uma zona de mata de Francisco Morato. A polícia recebeu o laudo e dá detalhes sobre a causa da morte de Lara. Segundo as informações,  o óbito foi provocado por ação de objeto contundente, martelo ou picareta.

O laudo informou, ainda, que a causa do falecimento foi traumatismo cranioencefálico. As autoridades estão investigando um carro que havia circulado pela região onde Lara foi vista pela última vez. O veículo estava sendo pilotado por um homem, cuja identidade ainda não foi trazida a público pela polícia.

O carro foi capturado pelas autoridades após a placa ser reconhecida. Contudo, a mulher que é dona do veículo informou, durante seu depoimento formal, que não conhece o homem que o estava conduzindo no dia do desaparecimento da pequena Lara Maria.

A polícia, entretanto, não descarta que haja algum tipo de relação entre a dona do carro e o indivíduo. A Justiça decretou a prisão temporária de 30 dias para o homem. Ele foi visto nas imagens de câmeras de segurança da região do sumiço de Lara.

PUBLICIDADE

As autoridades informaram que chegaram a ter contato com o motorista por telefone, mas que ele não quis colaborar com as investigações. O homem é considerado foragido e agentes estão nas ruas a sua procura.

O laudo da investigação do carro foi recebido pela polícia, que não quis divulgar as informações.