in

Advogadas da família contam como está Sandra após toda a exposição do caso com o morador de rua

Esposa do personal trainer continua internada após ser flagrada por seu marido tendo relação com um sem-teto.

Reprodução/Instagram/YouTube - R7

A família de Sandra Mara não digeriu bem a alta exposição que a mulher teve na mídia após as últimas entrevistas de Givaldo Alves, em que ele afirma que foi Sandra quem o abordou naquela noite do dia 9 de março, na cidade de Planaltina, no Distrito Federal.

Publicidade

Sandra e o morador de rua foram flagrados pelo marido dela tendo relação sexual dentro do carro da família. Desde então, a vida de toda a família parece ter virado um inferno. O personal trainer, Eduardo Alves, já deu declarações defendendo a honra de sua esposa, dizendo que ela teve um surto psicótico naquela fatídica noite.

As falas grosseiras e explícitas de Givaldo em uma entrevista para a Band acabou viralizando nas redes sociais e a família optou por denunciar o morador de rua na Polícia Civil contra o ataque à reputação da moça, que vem sendo ridicularizada e desrespeitada na web.

Publicidade

As advogadas Claudia Pignata e Auricélia Vieira, que são as responsáveis por defender a família do personal, afirmaram que Sandra Mara continua internada em um hospital psiquiátrico da rede pública, onde está recebendo “tratamento médico intenso com objetivo de restabelecimento da sua saúde física e mental” desde quando foi flagrada com o morador de rua por seu marido.

Publicidade

Na última sexta-feira (25/03) o laudo divulgado sobre o estado de saúde de Sandra Mara dava conta de que ela foi diagnosticada com “transtorno afetivo bipolar em fase maníaca psicótica“, o que realmente configuraria como um surto psicótico, como já tinha revelado o personal trainer.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com