in

Personal toma sua primeira atitude após morador de rua expor publicamente o que fez com sua esposa

Em uma nota de repúdio, Eduardo afirma que as palavras de Givaldo foram desrespeitosas e ofensivas.

Reprodução/Instagram/YouTube

A novela envolvendo o morador de rua, o personal trainer e a esposa ganhou novos capítulos, após o sem-teto expor publicamente tudo o que rolou entre ele e Sandra Mara, na fatídica noite do dia 9 de março, na cidade de Planaltina, no Distrito Federal.

Publicidade

Givaldo Alves foi encontrado pela reportagem do site Metrópoles, após ter saído do hospital, onde passou uma semana internado. O morador de rua, de 48 anos, foi retirado de Planaltina, por conta do medo de sofrer represálias, já que o caso repercutiu em todo o Brasil nas últimas semanas.

Para o Metrópoles, Givaldo Alves deu uma entrevista de mais de 40 minutos, contando todos os detalhes de como foi abordado por Sandra e o que os dois fizeram no carro dela. Nos trechos mais obscenos, o áudio de Givaldo foi cortado, para evitar o constrangimento de Sandra e de sua família.

Publicidade

No entanto, um trecho de uma entrevista que o sem-teto deu para a Band acabou sendo vazado da emissora, expondo ainda mais a esposa de Eduardo. O personal trainer, obviamente, não gostou nada da exposição e formulou uma nota de repúdio, divulgada na última sexta-feira (25/03) por sua advogada.

Publicidade

O documento diz que as palavras de Givaldo Alves foram “desrespeitosas e ofensivas” e que “foram adotadas as medidas cabíveis junto à Polícia Civil do Distrito Federal“. Também na sexta-feira (25), o pai de Sandra Mara, e sogro de Eduardo Alves, registrou uma ocorrência policial contra Givaldo Alves, pelo crime de difamação, por conta das falas obscenas relacionadas à sua filha.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com