in

Caso Lara: motorista do carro prata tem prisão pedida e polícia aguarda decisão da Justiça

Menina de 12 anos desapareceu na semana passada e corpo foi encontrado três dias depois.

Reprodução Record TV

O delegado Rafael Diório, da Delegacia de Investigações Gerais de Jundiaí, deu entrevista coletiva e falou sobre o andamento do caso da morte da menina Lara Maria Oliveira Nascimento. Ela tinha apenas 12 anos e desapareceu no dia último dia 16, quando saiu de casa para comprar refrigerante.

Publicidade

Lara morava com os pais e as irmãs na cidade de Campo Limpo Paulista. O mercadinho onde ela foi comprar o refrigerante ficava a 600 metros de sua casa. O corpo da menina foi encontrado três dias depois em Francisco Morato. A morte deixou toda a família abalada. 

As investigações correm em segredo de Justiça, mas o delegado responsável contou que a prisão de um suspeito foi pedida. O homem é o motorista de um carro prato que aparece nas imagens registradas por câmeras de segurança da região onde a menina desapareceu.

Publicidade

De acordo com o delegado, foi feito contato com o homem. O objetivo era que ele esclarecesse alguma situação para a polícia. “Atitudes demonstraram que ele não quis mais contato e evitou de todas as formas prestar esclarecimento daquele dia”, explicou o delegado.

Publicidade

Segundo Diório, a negativa do homem em prestar esclarecimentos foi motivo relevante para que se pedisse a prisão temporária dele. O delegado evita fazer julgamento e quer apenas que o homem se apresente para prestar esclarecimento. O carro usado por ele no dia em que Lara sumiu foi apreendido. Os pais da menina já prestaram depoimento. Outros parentes também seriam ouvidos pela Polícia Civil. O caso deixou moradores de Campo Limpo Paulista abalados.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!