in

Caso Lara: após laudo do IML, polícia usa DNA para encontrar pistas; unhas da menina são periciadas

Lara foi encontrada morta no sábado (20), e polícia investiga a morte da menina.

Arquivo pessoal Lara

A Polícia Civil de São Paulo está investigando a morte da menina Lara Maria Nascimento Oliveira, de 12 anos. Ela desapareceu no último dia 16, em Campo Limpo Paulista. Lara morava com os pais e as irmãs em uma casa humilde da cidade da Grande São Paulo.

Publicidade

Ela desapareceu ao sair de casa para comprar refrigerante em um mercado a 600 metros de sua casa. A família ficou desesperada, acionou a polícia, mas a menina foi encontrada sem vida, três dias depois, em Francisco Morato, cidade vizinha de Campo Limpo Paulista.

A Polícia Civil tem feito diversas diligências tentando encontrar o ou os assassinos de Lara. Laudo do IML revelou que a menina morreu em decorrência de traumatismo craniano. Os investigadores da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí não descartam hipóteses.

Publicidade

Perícia nas unhas de Lara é realizada

O corpo de Lara foi encontrado no sábado e sepultado no domingo. O caixão estava lacrado, com velório e enterro marcados pela comoção. Antes de sepultamento, foi colhido material das unhas de Lara. Exames de DNA vão apontar se há vestígios do assassino.

Publicidade

Perícia também vai indiciar o produto que estava no corpo da menina. A princípio chegou a ser divulgado que se tratava de cal. A Polícia Civil quer a confirmação, por meio de análise em laboratório. Os investigadores já ouviram os pais da menina. Eles teriam informado que não têm inimigos. Os policiais devem ouvir outras testemunhas nos próximos dias enquanto seguem com a investigação de campo. Os agentes já teriam nome e endereço de um suspeito.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!