in

Pesquisa Datafolha diz quem pode ser o próximo presidente do Brasil: mais de 40% dos votos

Pesquisa Datafolha escutou mais de 2.500 pessoas entre os dias 22 e 23 de março em 181 cidades brasileiras.

Fotomontagem Tadeu Goulart / Reprodução

Saiu o resultado da pesquisa Datafolha mais recente de intenção de voto para presidente do Brasil. As eleições serão realizadas em outrubro deste ano e poderá envolver candidatos como Lula (PT), Bolsonaro (PL), João Dória (PSDB), Sergio Moro (Podemos) e mais. O levantamento foi divulgado pelo site do jornal Folha de S. Paulo na tarde desta quinta-feira (24/03).

Publicidade

A pesquisa Datafolha testou diferentes cenários eleitorais. Foi simulado um pleito com os pré-candidatos à Presidência da República. Jair Bolsonaro tenta a reeleição dessa vez. 

Pesquisa eleitoral mais recente aponta Lula como futuro presidente do Brasil

No primeiro cenário, foi testada a possibilidade da presença de João Dória, e não de Eduardo Leite na disputa. Lula saiu na frente, com 43% dos votos. Bolsonaro ficou em segundo lugar, com 26% das intenções. Sergio Moro teve 8% e Ciro Gomes 6%. João Dória marcou 2%.

Publicidade

No cenário B, com Eduardo Leite e sem João Dória, os números se mantiveram semelhantes. Apenas Ciro Gome subiu para 7% e André Janones foi para 3%, seguido de Véria Lúcia com 1%, igual ao candidato que ficou no lugar de Dória.

Publicidade

Em um dos cenários, Lula apareceu com 44%, seu melhor índice contra Bolsonaro, que tem 26%. Essa é a pesquisa estimulada, mas que não pode ser comparada com um levantamento anterior, de dezembro de 2021. Lula havia marcado 48% contra 22% de Bolsonaro.

Publicidade

A melhor posição de Bolsonaro surge na pesquisa espontânea, que é a que pode ser comparada com a anterior. Ele teve 23%, ficando em segundo lugar. Lula segue na liderança, com 30%. O petista perdeu 2% desde dezembro nesse tipo de pesquisa. 

Um dado curioso e que foi registrado é de Bolsonaro lidera entre os evangélicos. Nesse grupo, ele tem 37% da intenção de votos contra Lula, que levou 34%. Essa situação é considerada um empate dentro da margem de erro de dois pontos para mais ou para menos.

Publicidade

Escrito por Tadeu Goulart

Assuntos chocantes, novidades da televisão, famosos e política: tudo você encontra aqui.