in

Homem com HIV é preso por suspeita de transmitir o vírus ‘de propósito’ para diversas mulheres em Goiás

A polícia de Pontalina prendeu um homem que estava transmitindo HIV deliberadamente para mulheres na cidade.

Reprodução/Polícia Civil/ Roma News

A polícia de Pontalina, cidade que fica há 127 quilômetros de Goiânia, em Goiás, prendeu um homem de 37 anos na manhã desta segunda-feira (21). Leovaldo Francisco da Silva é acusado de transmitir o HIV para diversas mulheres, mantendo relações sem o uso de preservativo, mesmo sabendo ser portador do vírus.

Publicidade

De acordo com o delegado Leylton Barros, a primeira denúncia ocorreu há 15 dias e desde então seis mulheres procuraram a polícia, sendo que três delas testaram positivo para a doença. O homem já estaria transmitindo o vírus de forma deliberada desde o ano de 2019, sem avisar às parceiras com quem se relacionava.

A primeira mulher a procurar a polícia teve uma relação amorosa com o acusado e após o término resolveu fazer um teste de HIV. A vítima só fez o teste após ser alertada por pessoas da cidade de que ele seria soropositivo e foi pega de surpresa ao descobrir que estava infectada. Depois do trauma psicológico, ela procurou a polícia para alertar outras possíveis vítimas.

Publicidade

O homem negou os fatos e disse que só ficou sabendo que era portador do vírus no começo deste ano. Segundo as vítimas, o mesmo sabia da doença desde o ano passado, mas só contava após manter relações sem o uso do preservativo. O rapaz seria servidor público da prefeitura da cidade, trabalhando como vigilante, e teve sua foto divulgada pela polícia para que outras possíveis vítimas possam ser identificadas.

Publicidade

O crime imputado a Leovaldo é o de lesão corporal gravíssima. A polícia apreendeu o celular do acusado para análise da perícia. O responsável pelo caso está aguardando que novas vítimas apareçam, e além disso, está analisando documentos e resultados de exames laboratoriais para que possa concluir o inquérito.

Publicidade

Publicidade