in

Brasileiros entram na Ucrânia em meio à guerra para salvar seus bebês de barriga de aluguel

Itamaraty informou recentemente que tem colaborado com a saída de famílias.

Notícia ao Minuto/JCConcursos/Montagem

Nos últimos anos, a Ucrânia, que está em guerra atualmente contra a Rússia, vem sendo bastante procurada por brasileiros que querem gerar filhos através de barrigas de aluguel. Isso por conta do custo menor, considerando ser muito mais caro em outros países.

Publicidade

Entretanto, os brasileiros que estão aguardando os bebês enfrentam momentos de tensão. Desde que a Ucrânia começou a receber os diversos ataques por parte do inimigo, uma grande quantidade de civis já perderam a vida nos bombardeios.

Vários brasileiros que esperam seus bebês gerados pelas barrigas de aluguel acabaram indo para a Ucrânia tentar resgatar os filhos, pois as mães biológicas encontram-se em abrigo antibomba, tentando se proteger de uma possível morte.

Publicidade

Priscila e João Paulo Bogucki, um casal de brasileiros, afirmam que ir buscar os filhos fora do país é a única opção. O parto da criança que esperam através de uma mulher ucraniana está previsto para acontecer no dia 23 de março deste ano.

Publicidade

Quando a guerra aconteceu, ela [a gestante] já estava em Kiev, na reta final da gravidez. Não dava para sair de lá. E sair de Kiev com um recém-nascido é muita responsabilidade, na clínica disseram que não podem entregar para qualquer pessoa, só para os pais.“, relata Priscila.

Publicidade

A mulher e seu marido são moradores da cidade de Vitória, localizada no estado do Espírito Santo. Eles precisam entrar pela fronteira para chegar em uma cidade que é um dos pontos de parada de refugiados. O casal pretende ir de trem até a capital ucraniana.

Priscila conta que todo o processo irá valer a pena, considerando que ela e o marido querem realizar o grande sonho de se tornarem pais. “Não dá para esperar“, desabafa a brasileira, que acredita que o acesso à capital Kiev pode ser fechado, o que impediria sua chegada até o bebê.

O Itamaraty relatou ter prestado auxílio a cinco famílias brasileiras para conseguirem sair a salvo da Ucrânia com seus filhos que nasceram em solo internacional pelas barrigas de aluguel.

Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.