in

Bolsonaro vem crescendo levemente nas pesquisas eleitorais; Auxílio Brasil ajuda o presidente

O pagamento do novo auxílio vem retomando a confiança dos eleitores no atual Presidente da República

Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PL) vem crescendo levemente nas pesquisas eleitorais. Esse fato pode ser comprovado olhando algumas pesquisas realizadas recentemente. Esse aumento de popularidade de Bolsonaro pode estar relacionado com o pagamento do Auxílio Brasil, que começou a ser pago em janeiro de 2022.

Publicidade

Além do pagamento do programa social, o recuo do ex-juiz Sérgio Moro (PODEMOS) também vem ajudando Bolsonaro a subir nas pesquisas eleitorais. Dessa forma, há a impressão que os apoiadores de Sérgio Moro estão migrando novamente para o lado de Bolsonaro. Em contrapartida, o ex-presidente Lula (PT) segue como líder em todas as pesquisas e não apresenta oscilações.

Em pesquisa realizada pelo instituto Quaest e divulgada na última quarta-feira (16), trouxe que Lula possui 46% das intenções de votos. Bolsonaro aparece com um total de 26% das intenções dos votos, seguido por Ciro Gomes (PDT) com 7% e Sérgio Moro com 6%.

Publicidade

O instituto Quaest já realizou três pesquisas desde janeiro e Bolsonaro conseguiu subir um total de 3% nas intenções de votos. De acordo com Felipe Nunes, cientista político e diretor da Quaest, Bolsonaro não está conquistando novos eleitores, mas está na verdade recuperando eleitores que perdeu, principalmente para o ex-juiz Sérgio Moro. 

Publicidade

Uma das estratégias adotadas por Bolsonaro para conquistar novos eleitores foi eliminar o programa Bolsa Família e criar o Auxílio Brasil. O presidente buscou conquistar a confiança das pessoas que formam a base do eleitorado de Lula, ou seja, as pessoas de baixa-renda. Entretanto, o objetivo de Bolsonaro não foi alcançado, pelo menos até o momento, visto que entre as pessoas de baixa renda Lula possui 54% das intenções de votos e Bolsonaro apenas 19%.

Publicidade
Publicidade