in

Ucrânia: supostos saqueadores são amarrados em postes, com batata na boca e quase sem roupas em meio ao frio

Três suspeitos de furtarem residências e estabelecimentos comerciais foram amarrados em postes.

REPRODUÇÃO/ YAN BOECHAT/ O GLOBO

Soldados do exército ucraniano amarraram pessoas acusadas de saquear casas e empresas vazias a postes de energia. Na cidade de Irpin, ao menos três homens acusados ​​de saquear residências foram amarrados em postes com papel filme e sacos plásticos.

Publicidade

O repórter enviado da Ucrânia, Yan Borchart, registrou a cena e falou com um dos suspeitos amarrados que disse em inglês não saber o porquê de estar ali, somente estava passando dirigindo pelo local. Em seguida, um soldado ucraniano apareceu e colocou uma batata na boca do suposto saqueador para impedi-lo de falar.

Os suspeitos ainda tiveram as calças abaixadas pelos soldados. Segundo o jornal O Globo, um dos soldados da tropa ucraniana teria ordenado a um dos homens que parasse de falar, deu-lhe um tapa e colocou outra batata em sua boca. O suposto saqueador estava sangrando pelo nariz e parecia ter um dente preso nos lábios.

Publicidade

De acordo com o Daily Mail, jornal britânico que noticiou o caso, soldados russos também estão saqueando empresas na Ucrânia. Alguns saqueadores foram chicoteados. Yan Boechat relatou a situação difícil no país, em meio a guerra. Os residentes abordados por solados não conseguem provar quem realmente são. Ainda segundo Boechat, os suspeitos amarrados em postes estão quase sem roupas, e o clima era frio na cidade de Irpin.

Publicidade

O conflito entre a Rússia e Ucrânia já duram 20 dias. Na manhã desta terça-feira 15/3, três grandes explosões seguidas abalaram a cidade de Kiev. A enxurrada de acidentes até disparou alarmes de carros em estacionamentos e em ruas a pelo menos 13 quilômetros do local do acidente. Com este ataque, e outros dos dois últimos dias, pelo menos 15 pessoas morreram, e dezenas ficaram feridas e desabrigadas. 

Publicidade
Publicidade