in

Bermuda vira peça-chave para reconhecer corpo de desaparecido na lama em Petrópolis

Defensoria pública encaminhou material para laboratório em caráter de urgência para reconhecer corpo.

Reprodução Inter TV RJ

Foram coletadas amostras da bermuda que foi usada por Ricardo Rufino durante as buscas por seu sobrinho, Lucas Rufino, de 21 anos. O material coletado será utilizado em exames de DNA, na tentativa de solucionar o desaparecimento do jovem, que sumiu durante os deslizamentos de lama que assolou Petrópolis, no Rio de Janeiro.

Publicidade

O rapaz é um dos desaparecidos da cidade da Região Serrana do estado, após o temporal que tirou a vida de mais de 200 pessoas. O tio afirma que, com a ajuda de vizinhos, retirou e carregou o corpo de Lucas um dia depois da tempestade, e que a mancha de sangue na vestimenta é do seu sobrinho.

A Defensoria Pública acredita que o material que foi enviado para um laboratório, na última quarta-feira (9), pode ajudar a resolver o caso, já que a Polícia Civil diz que o IML não registrou nenhuma chegada do corpo do rapaz, que, de acordo com a família, foi levada por oficiais do Corpo de Bombeiros.

Publicidade

A defensora pública, Luciana Lemos, diz que o estado precário da peça de roupa deixa o trabalho da equipe técnica mais complicado, mas garante que tudo será realizado no menor tempo possível, tanto que foi pedida urgência para a análise laboratorial.

Publicidade

O pai de Lucas, Adalto Vieira da Silva, suplica para que tudo seja esclarecido o mais rápido possível. Ele quer saber realmente o que aconteceu com o filho para poder voltar com os pais para o estado da Bahia, e só assim receber o consolo que tanto necessita neste momento.

Publicidade

Eu moro aqui há 30 anos, sou baiano, nascido e criado em Ilhéus. Tudo que tô precisando é resolver isso, gente, quero ir lá abraçar meu pai e minha mãe“, desabafou Adalto”.

Publicidade

Escrito por Nado C.

Sou formado em Sistemas de Informação com pós-graduação em Gerenciamento de Projetos em T.I. Além de atuar como programador há 10 anos, trabalho também como redator há cerca de 4 anos, o que fez despertar uma nova paixão e hoje também sou graduado em Letras - Português e Inglês. Escrevo sobre tudo o que envolve o mundo do entretenimento, além de falar sobre esportes e as principais notícias do dia a dia. Pode entrar em contato comigo através do e-mail nado_news@hotmail.com .