in

Guerra na Ucrânia: bebês recém-nascidos são encaminhados para abrigos antibomba

Bebês tiveram que ser retirados da maternidade e levados para abrigos de proteção.

Reprodução G1

A Rússia invadiu a Ucrânia na quinta-feira (24) e deu início à uma guerra. Pela primeira vez desde o fim da Segunda Guerra Mundial, um país europeu é invadido por outro do mesmo continente. A ordem de invasão partiu do presidente russo Vladimir Putin.

Publicidade

Algumas cidades ucranianas foram bombardeadas, caso de Dnipro. Diante dos ataques, a direção de uma maternidade da cidade decidiu transferir os bebês para um abrigo antibomba. Em vídeo, é possível ver os recém-nascidos dormindo tranquilamente.

O abrigo antibomba fica no subsolo do hospital, em Dnipro. O vídeo mostra que o local é improvisado, mas equipamentos necessários para o atendimento aos bebês foram levados para lá. Nas imagens, aparecem algumas mulheres, possivelmente médicas e enfermeiras.

Publicidade

Publicidade

O clima na Ucrânia é de tensão. Dnipro, por exemplo, fica no leste do país e tem sido alvo de mísseis russos.  O exército da Rússia avança sobre o país. Nesta sexta-feira, os homens de Vladimir Putin estavam a caminho de Kiev, capital da Ucrânia.

Publicidade

Diversas questões estão envolvidas nesta guerra, entre elas a aproximação da Ucrânia com a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), que reúne países liderados pelos Estados Unidos e foi criada no pós Segunda Guerra Mundial para evitar o avanço de países do bloco socialista. 

A Rússia se coloca contra a adesão da Ucrânia à Otan. A aproximação do país vizinho à Rússia com a organização liderada pelos Estados Unidos colocaria estes “inimigos” próximos do país presidido por Putin. Com base nisso, ele decidiu atacar a Ucrânia.

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!