in

Ucrânia ensina na TV a preparar coquetel molotov e convoca maiores de 60 anos para a guerra

Ministro de Defesa falou em rede de TV e população foi ensinada a preparar o coquetel.

Reprodução Twitter Oleksii Reznikov

A Ucrânia tem se preparado como pode para o ataque russo que tem acontecido no país desde quinta-feira (24). O ministro da Defesa, Alexei Yurievich Reznikov, pediu à população do distrito de Obolon, localidade próxima da capital do país, Kiev, que preparem coquetéis molotov.

Publicidade

O artefato será usado para impedir o avanço das tropas russas. O clima de guerra na Ucrânia é tão intenso que uma emissora de TV ensinou a população a preparar o coquetel. Nesta sexta-feira, as tropas da Rússia estão se aproximando de Kiev.

A tomada da capital de um país durante uma guerra é estratégia fundamental para se alcançar seus objetivos. A cidade se prepara para ser invadida. O ataque da Rússia, presidida por Vladimir Putin, é o maior de um país europeu a outro desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Publicidade

Homens com mais de 60 anos são convocados

A situação da Ucrânia é temerária e o país, com Exército muito menor que o da Rússia, se defende com as armas que tem. Homens com mais de 60 anos, por exemplo, foram convocados a se juntarem à defesa. Para isso, precisam estar bem física e mentalmente.

Publicidade

O governo ucraniano já havia determinado que homens com idade entre 18 e 60 anos não poderiam deixar o país. Está em vigor no país a chamada Lei Marcial, promulgada pelo presidente Volodymyr Zelensky na quinta-feira, após os ataques serem iniciados pela Rússia. Diversos países, entre eles os Estados Unidos, presidido pelo democrata Joe Biden, repudiaram os ataques da Rússia à Ucrânia. Putin não parece disposto a recuar.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!