in

Idosos não queriam deixar casa em Petrópolis para não abandonar animais :’20 gatos e 4 cachorros’

Voluntários de uma ONG conseguiram convencer idosos a deixaram a casa em risco.

Reprodução: Globo

Dona Glória e seu marido não queriam deixar a casa onde moram, em região afetada pelas chuvas em Petrópolis. Na terça-feira (15), choveu em algumas horas o volume que era aguardado para todo o mês. As nuvens que se formaram acima da cidade tinham mais de 10 quilômetros de altura.

Publicidade

Após a chuva, a cidade ficou destruída. Morros deslizaram, casas desmoronaram e veículos foram arrastados. Na noite desta segunda-feira (21), as autoridades contabilizavam 181 mortos. Ainda há mais de 100 desaparecidas. Na terça, inicia o oitavo dia de buscas.

Idosos não queriam sair de casa por causa de gatos e cachorros

Dona Glória e seu marido não moram sozinhos. Eles vivem acompanhados de mais de 20 animais. Devido a isso, eles não queriam deixar a casa, mesmo com risco de que ela desabasse. Foi neste cenário que entrou em ação o Grupo de Resgate de Animais em Desastre (GRAD).

Publicidade

A GRAD nasceu há 11 anos, após chuvas na Região Serrana do Rio de Janeiro que deixou mais de 900 mortos. Dessa vez, os voluntários da GRAD foram até a casa de dona Glória. Ela não queria sair de lá por causa dos 20 gatos e quatro cachorros. O marido a acompanhava na decisão. Os dois ficaram ali, correndo risco de que a casa desabasse.

Publicidade

Os voluntários da ONG propuseram recolher os animais, levar para um abrigo e devolver para elas depois que a situação estiver normalizada. O casal de idosos, após conversa com os voluntários e explicação do processo, aceitou entregar os animais e deixar a casa. A GRAD recolheu animais de outras residências na cidade.

Publicidade



Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!