in

Mãe que usou enxada para resgatar filha em Petrópolis conta último pedido da jovem

Duda, de 17 anos, foi encontrada sem vida dois dias depois de as cenas comoventes da mãe rodarem o Brasil.

Reprodução Globo

Gizelia Carminate emocionou o Brasil na semana passada ao aparecer com uma enxada tentando encontrar a filha, Maria Eduarda, de 17 anos, que havia sido soterrada em uma casa que desabou em Petrópolis. As imagens rodaram o país e emocionaram muita gente.

Publicidade

Ao Fantástico, Gizelia contou que não se preocupou com a sua integridade e queria apenas encontrar a filha. Maria Eduarda foi encontrada sem vida na quinta-feira (17). Ela morreu ao lado de outras duas pessoas, entre elas uma criança de 1 ano e 11 meses.

Um dia antes da tragédia, Duda fez um pedido para a mãe. “‘Mãe, você me dá uma habilitação quando eu fizer aniversário?’. Eu falei assim: ‘eu te dou a sua habilitação, já vou depositar o dinheiro da sua habilitação’. A Minha vida acabou, acabou real, de verdade. É muito triste uma mãe perder um filho”, desabafou, aos prantos.

Publicidade

Duda e mais 175 perderam a vida em Petrópolis

A exemplo de Gizelia, muitas outras mães perderam seus filhos na tragédia ocorrida em Petrópolis. Na manhã desta segunda-feira (21), o Corpo de Bombeiros e a prefeitura de Petrópolis informou que o número de mortos chegou a 176. As buscas continuam em diversos pontos da cidade.

Publicidade

De acordo com as autoridades, há 117 pessoas desaparecidas. As fortes chuvas que caíram na terça-feira foram as mais fortes desde 1932, quando começou a medição na região. Casas foram destruídas, carros foram levados pela correnteza e centenas de pessoas estão desabrigadas. Há uma rede de mobilização para ajudar os afetados pela tragédia ocorrida na cidade da Região Serrana do Rio.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!