in

Imagem de Nossa Senhora das Graças fica intacta após tragédia em Petrópolis e se torna símbolo de fé

Moradores encontram força e esperança em histórias de fé registradas na cidade pós-tragédia.

Rafael Nascimento de Souza

No sexto dia de buscas por pessoas desaparecidas após a tragédia que aconteceu em Petrópolis na semana passada, uma cena chamou a atenção em meio ao trabalho dos bombeiros e a circulação de máquinas pesadas que reviraram os escombros procurando pessoas que possam ter sobrevivido no conjunto habitacional. Uma imagem de Nossa Senhora que havia sido colocada em um dos muros do condomínio ficou intacta mesmo depois de uma parte da estrutura ter sido colocada a baixo devido à força dos deslizamentos.

Publicidade

Depois das fortes chuvas que atingiram a cidade no último dia 15, a visão do município desde então é de destruição. Casas, comércios e automóveis foram encobertos pela lama que desceu das montanhas. Desde então, inúmeras histórias de vida foram arrastadas pela enchente. Mas, os moradores se apegaram a fé em histórias que estão sendo registradas depois da tragédia, que deixou 152 mortos e mais de centenas de pessoas sem moradia.

Nas redes sociais, alguns internautas ficaram emocionados quando viram a imagem da santa. “Maria sempre de pé, como esteve ao lado de Jesus na cruz”, escreveu alguém.

Publicidade

O condomínio foi erguido em 1973, uma moradora naquele ano colocou a imagem no muro do condomínio. Devota, a senhora cuidou da mesma até o dia da sua morte, há seis anos. Hoje, os moradores dizem que foi graças a santa que uma tragédia maior não aconteceu no local.

Publicidade

A aposentada Tânia Mara que também é síndica do condomínio falou sobre a interferência divina: ”Não sei dizer o motivo dela ficar intacta. Isso é mistério de Deus”, destacou a senhora de 70 anos.

Publicidade
Publicidade