in

Nadador que foi vítima de tubarão pouco antes de se casar teria sido confundido com foca, dizem especialistas

O nadador britânico Simon Nellist, de 35 anos, teria sido confundido com uma foca por causa da roupa de mergulho que estava usando.

Reprodução/Divulgação

Na quarta-feira, 16, um ataque vertical de um tubarão-branco acabou tirando a vida do nadador britânico Simon Nellist. Depois disso, a teoria mais forte para explicar o ocorrido aponta que Nellist, de 35 anos, teria sido confundido com uma foca. O caso aconteceu na praia de Sydney, na Austrália.

Publicidade

O nadador estava vestindo uma roupa de mergulho na cor preta, tonalidade bastante semelhante à pele da foca, uma das presas preferidas de grandes predadores. Um dos especialistas em tubarões que defendem a teoria é Lawrence Chlebeck.

De acordo com informações passadas por Lawrence ao portal de notícias Sun, considerados grandes predadores, os tubarões-brancos gastam muita energia, por isso precisam de bastante comida de alto teor energético, e algo perfeito para isso é a gordura das focas.

Publicidade

Simon estava prestes a se casar e treinava em Buchan Point para realizar um desafio beneficente de natação quando acabou morrendo de maneira brutal ao ser atacado por um tubarão-branco de mais de 4 metros. O ataque foi testemunhado por banhistas e pescadores.

Publicidade

Bárbara, que também é nadadora e mora nas proximidades da área do ataque, contou ao Daily Mail que ela sempre via Nellist no local e, inclusive, que eles sempre se cumprimentavam. Ela contou que o nadador sempre usava roupa de mergulho, no entanto, destaca que a água no local é quente e, por isso, ninguém costuma usar tal vestimenta naquela praia.

Publicidade

Segundo informações, pode ser que a vestimenta incomum de Simon tenha contribuído para o ataque, que marca como sendo o primeiro da região nos últimos 59 anos.

Publicidade