in

Cliente de banco grava últimas imagens de professora antes de desaparecer durante a chuva em Petrópolis: ‘Ficou presa lá’

Filha procura a mãe no IML, após receber foto dela em um banco; Raquel de Lima Novaes Rocha está desaparecida desde a última terça-feira, (15).

FOTO I REPRODUÇÃO

O temporal que caiu na cidade Petrópolis, na última terça-feira (15), fez com que centenas de pessoas morressem. Famílias inteiras ficaram desabrigadas. Raquel de Lima Novaes Rocha, de 48 anos, pode ter sido uma das vítimas dessa catástrofe.

Publicidade

A professora de educação infantil ainda não foi encontrada, segundo informações de sua filha em entrevista ao G1. Maria Eugênia, de 21 anos, contou que a mãe está desaparecida. A jovem está desesperada sem saber o paradeiro da educadora.

Maria contou que a última vez que teve notícia da mãe foi através da foto que recebeu dela, no seu celular, antes de começar a tempestade. A imagem que a educadora enviou à filha teria sido de dentro da agência da Caixa Econômica Federal.

Publicidade

Publicidade

“Quando começou a chover ela ficou presa lá. A última vez que a gente teve contato foi às 18h de terça-feira”, contou Maria. De acordo com o G1, um vídeo que teria sido gravado por um cliente do banco mostra a professora no momento que a chuva atingiu o município. Raquel lecionava no SESI, no bairro do Bingen, em Petrópolis (RJ).

Publicidade

Raquel teria passado em frente ao homem, que gravava o início da tempestade. Dessa forma, a professora acabou aparecendo nas imagens captadas pelo cliente do banco. Maria ainda relatou que algumas pessoas que estavam no local foram arrastadas pela enxurrada. A filha de Raquel chegou a buscar informações no IML sobre sua mãe, mas não obteve sucesso naquele momento. “A gente foi em todos os hospitais, eu liguei para todos os abrigos”, desabafou a jovem. 

Publicidade

Escrito por Valeria Soares

Aqui você fica por dentro de tudo que acontece no mundo dos famosos e muito mais.