in

Petrópolis: mãe se tranca com filhos em quarto, único cômodo que desabou; os três faleceram

Corpos foram sepultados nesta quinta-feira, no cemitério municipal da cidade da Região Serrana do Rio.

Reprodução Globo

Debora Listenberg Moreira, de 22 anos, morava no Moinho Preto, em Petrópolis. No momento da forte chuva que caiu sobre a cidade na terça-feira (15), Debora estava acompanhada dos dois filhos pequenos: Gustavo Listenberg Rodrigues, de 5, e Heloise Listenberg Rodrigues, de 2.

Publicidade

Quando a chuva começou, Debora se mostrou preocupada e postou mensagem no WhatsApp pedindo para Deus confortar todo mundo e que não acontecesse uma tragédia. Com medo da chuva, elas e os filhos foram para o quarto da casa.

Segundo um cunhado de Debora, o cômodo foi justamente o que desabou. “Eles estavam num quarto e só o quarto caiu. Justamente, onde eles estavam”, afirmou Gerson Oliveira durante o sepultamento de Debora, Gustavo e Heloise. As crianças foram enterradas em caixões brancos no Cemitério Municipal da Cidade Imperial.

Publicidade

Mortes passam de 100 em Petrópolis

Mais do que números, morreram pessoas, histórias foram encerradas. Debora, conforme relatado por um parente, era uma pessoa muito batalhadora. As crianças, como qualquer criança, gostavam de brincar. Tudo chegou ao fim na tarde de terça-feira.

Publicidade

Naquele dia, choveu em Petrópolis em poucas horas o que era esperado para todo o mês de fevereiro. O níveo dos rios subiu rapidamente. Pedras despencaram de morros e destruíram casas. Nesta sexta-feira pela manhã, 120 mortes estavam confirmadas. Havia mais de 110 pessoas desaparecidas. Familiares que tentam reconhecer os corpos no IML reclamam da demora. As buscas continuam em vários pontos da cidade da Região Serrana.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!